top of page
Buscar

Como ter uma participação mais ativa na vida escolar dos seus filhos e filhas

8 de dezembro | Dia Nacional da Família



Estamos encerrando mais um ano escolar e esse é o momento ideal para uma reflexão das famílias com seus filhos e filhas e também com a escola. Você conseguiu acompanhar a vida escolar do seu filho ou filha ao longo desse ano?


Sabemos que não é fácil a tarefa de conciliar trabalho, casa, família e dezenas de outras atividades. Mas, com pequenas mudanças na rotina e buscando sempre a parceria da escola, é possível ver os resultados.


Esse foi o caso da Mariana Massi, que estudou em nosso colégio entre os anos de 2014 e 2015 e diz o quanto o Agostiniano contribuiu para a sua formação.


“Eu sempre me senti acolhida no Agostiniano. Sempre que precisava ter uma conversa e até mesmo ‘um puxão de orelha’, eu sentia como se estivesse em minha família. Isso trouxe um traço de amor e carinho nas minhas relações. Hoje sou estudante de Medicina, na UVV e atuo como professora particular e toda a dedicação e educação que recebi do Agostiniano, eu levo para minha formação acadêmica e busco ter na relação com meus alunos. E sem dúvida, quando tiver filhos eles estudarão no Agostiniano”, ressalta.


Para a diretora Irmã Rita Cola, exemplos como o de Mariana fortalecem a importância da relação entre família e escola. “Esse envolvimento dos pais na educação das crianças tem uma justificativa pedagógica e moral. Quando os pais iniciam uma parceria com a escola, o trabalho com as crianças pode ir além da sala de aula e com resultados surpreendentes”, destaca.


Para auxiliar as famílias, relacionamos 4 orientações essenciais para melhorar a qualidade da relação entre pais x filhos x escola. Confira:


1 - Organize o horário: Reserve na agenda, como um compromisso diário um momento que será apenas dos pais com a criança ou adolescente. Além de acompanhar as tarefas, saber como tem sido o dia a dia da escola, aproveite para um bate-papo.


2 - Observação: Qual é a disciplina que o seu filho tem mais dificuldade? E o que ele aprende com mais facilidade? Observe calmamente e sem julgamentos precipitados. É uma excelente oportunidade para conhecer as habilidades e verificar como ajudar e pedir ajuda a escola.


3 - On-line: As crianças e adolescentes têm muita facilidade com as tecnologias, mas é preciso orientação. Ensine como usar de forma inteligente e aproveitar ao máximo as aulas. É também um exercício para todos nós, a fim de termos foco.


4 – Relação com a escola: Voltando lá na organização do horário, lembre de colocar na sua agenda o momento de conversar com os professores e toda equipe pedagógica que acompanha o estudante. Se tem reunião de pais, participe!


Esperamos que essas orientações ajudem. E contem sempre com toda a equipe do Agostiniano.


11 visualizações0 comentário
bottom of page